Não compre, adote!

Parece clichê ouvir essa frase “Não compre, adote”, mas a realidade mostra que não. Milhares de animais estão abandonados nas ruas e em canis/gatis e passam por muito sofrimento, pois não têm a devida atenção e um lar de verdade. Ao adotar, você ajuda a reduzir esse número e tem a maior alegria que é mudar o destino de um animal carente.

 

Ao adotar, você vai receber do gato toda a gratidão em forma de amor e carinho. E isso só dá para entender sentindo. Gatos são animais muito inteligentes e têm a capacidade de perceber a dor e a tristeza do humano. Ao contrário da fama negativa de serem traiçoeiros, eles são muito companheiros, leais e amam da forma mais pura. Eles garantem vida à casa, alegram as crianças e fazem companhia.

 

Mas lembre-se: para adotar, é necessário ter responsabilidade, pois não é um bichinho de pelúcia. Os gatos vivem em média 18 anos e têm muitas necessidades como fome e sono, além disso, precisam ser vacinados, alimentados e bem cuidados. Se você não tem condições de dar a devida atenção, não adote. Seja consciente.

 

 

Gatos não são mercadorias, são animais com muito sentimento. Comprando um animal, você incentiva um comércio injusto. E tem mais: o tratamento que eles recebem nas lojas onde são vendidos está longe de ser o ideal. Não contribua com isso.

 

Geralmente, os animais vendidos são tratados apenas como reprodutores. Quanto mais filhotes uma gata de raça tiver, mais dinheiro para o vendedor. Se os filhotes nascerem com algum problema, são sacrificados, pois não atenderão a demanda.

 

Um gato não precisa ter raça famosa para te dar alegria e carinho. Faça a sua parte, pois ajudar um animal abandonado é uma grande demonstração de amor e solidariedade.